Quarta-feira, 5 de Janeiro de 2011

Um Caso de Ejaculação Precoce

Nos Estados Unidos, Paul Rack é hoje um homem mais descansado, menos stressado e com uma maior confiança de si próprio. Mas até recentemente, as coisas não corriam de feição para Paul, que até aí tinha vários problemas a nível sexual, com os quais não contave alguma vez ter.

 

Numa pequena cidade no norte dos Estados Unidos, Paul levava uma vida considerada "normal". Paul tinha um bom emprego, estava casado com a sua mulher de 3 anos, Lisa, e tinha muitos amigos, com os quais se encontrava regularmente aos fins-de-semana, para saídas à noite, idas a jogos de basquetebol e de hóquei no gelo, ou simplesmente em sua casa ou na casa de alguns deles, para sessões mais caseirase mais sossegadas mas igualmente de grande prazer.

 

Ejaculação precoce era uma palavra que palavra que Paul certamente sabia o que significava, mas à qual nunca lhe deu muita importância. Durante algum tempo, a vida de Paul começou a modificar-se. No seu emprego, embora ainda continuasse a gozar dele e a ter prazer naquilo que fazia, a pressão subitamente aumentou, devido às responsabilidades que lhe foram impostas.

 

Em casa, Paul começa a trazer "trabalho de casa", algo que nunca tinha acontecido até aí. Ao trazer esse trabalho extra para casa, Paul tem menos tempo para a sua mulher e chega a dormir pensando em trabalho e em como resolver problemas de trabalho. Com todo este desgaste mental e mesmo físico, as actividades sexuais entre os dois é muitas vezes interrompida.

 

Paul e a sua mulher Lisa sempre foram sexualmente activos desde que se conheceram e sexo nunca foi um problema. No entanto, por vezes Paul não conseguia aguentar-se por muito tempo e acabaria por ejacular muito cedo, ou então por vezes simplesmente a erecção não vinha e o desejo esmorenava-se.

 

Os primeiros episódios de ejaculação precoce que Paul sentiu nunca lhe provocaram grande preocupação; Paul e Lisa sempre pensaram e afirmavam entre si que estes episódios se deviam ao facto de ele estar cansado, devido ao trabalho. Mas a ejaculação precoce acabaria sempre por aparecer de cada vez que ambos tinham sexo e, desta vez, Paul ficou mesmo preocupado.

 

O humor de Paul alterou-se, ficando muito fechado em si mesmo, ao contrário da sua personalidade faladora e sorridente que todos conheciam. A sua auto-confiança também sofreu um "revés", com Paul a pensar que as suas capacidades em termos de sexo se tivessem escapado e que nunca mais poderia recuperar a boa sensação de uma actividade sexual.

 

Ao notar que Paul estava bastante diferente, quase sempre em baixo, Lisa tentava sempre animá-lo de qualquer forma, sem grandes resultados. Foi então que Lisa recomendou que Paul fosse consultar um médico, para que este lhe pudesse aconselhar melhor e talvez recomendar um medicamento ou tratamento qualquer que lhe pudesse ajudar com o seu problema de ejaculação precoce.

 

Paul sempre recusou, pensando que o problema acabaria por desaparecer. Normalmente isto é verdade, o problema de ejaculação precoce acaba sempre por desaparecer, porque maioritariamente trata-se de um problema de origem psicológica. O problema é que a ejaculação prece não desaparecia e com Lisa sempre a pressionar Paul a visitar um médico, ele acabaria por ceder.

 

Quando Paul voltou do médico, dias depois, Paul disse a Lisa que o médico lhe tinha dito que muito provavelmente o stress no seu trabalho estaria a provocar o problema da ejaculação precoce e que tinha recomendado Paul um medicamento que lhe iria ajudar a aliviar do problema.

 

Paul queria o problema de ejaculação precoce resolvido de uma vez por todas, não queria sentir-se em baixo por muito mais tempo e quis comprar esse tal medicamento que lhe pudesse ajudar. No entanto, ao fim de algumas semanas, os episódios de ejaculação precoce continuavam a acontecer e a ansiedade, nervosismo e stress também continuavam presentes.

 

Paul decidiu pesquisar na internet por soluções e mais informação acerca da ejaculação precoce, algo que até aí não tinha feito. Entre os vários websites de informação, Paul encontrou sempre alguns websites que vendiam produtos chamados naturais que visavam poder ajudar a tratar a ejaculação precoce.

 

Paul perguntou então ao seu médico se este aconselhava a compra deste tipo de produtos, ao qual respondeu que não estaria 100% certo acerca da eficácia destes produtos. Paul voltou para casa, mas embora o seu médico não o tivesse aconselhado a comprar qualquer um deste tipo de produtos naturais, ele foi a um dos websites e decidiu fazer uma pequena compra online.

 

Alguns dias passaram-se e Paul começou a usar o produto natural que poderia ajudar a aliviar e tratar a ejaculação precoce. Ao fim de quase 2 meses, a ejaculação precoce que Paul sentia practicamente de cada vez que tinha relações sexuais com a sua mulher Lisa já não mais se fazia sentir.

 

O "Paul de antigamente" lentamente voltou a ser visto por amigos, colegas de trabalho e mesmo a sua mulher Lisa e Paul ficou com a sensação de que o produto natural realmente lhe ajudou a ultrapassar um problema embaraçoso que é a ejaculação precoce. O que aqui fica registado é que Paul continua a usar o produto natural de vez em quando, sempre que se encontra em estado de maior stress, nervosismo e ansiedade.

 

Isto porque todo o stress, o nervosismo e ansiedade que afecta uma pessoa - neste caso um homem - pode também afectar o seu desempenho sexual e causar o aparecimento da ejaculação precoce. Com uma alteração do estilo de vida, e talvez com a ajuda de um tratamento - neste caso um produto natural - pode-se resolver ou aliviar o problema de ejaculação precoce.

 

Existem várias opções para tratar a ejaculação precoce, mas algo que muitos homens têm de perceber é que é sempre aconselhado consultarem sempre, e em primeiro lugar, o seu médico, antes de se decidirem por qualquer produto ou tratamento.

publicado por Tim às 17:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Quinta-feira, 1 de Outubro de 2009

Ejaculação Precoce

A ejaculação precoce é um problema que afecta milhares e milhares de homens um pouco por todo o mundo e um problema que muitos homens classificam de embaraçoso e mesmo irritante. Como ejaculação precoce definie-se a incapacidade do homem controlar o tempo de ejaculação, ou seja, normalmente o homem ejacula antes do tempo desejado, sem que tenha qualquer controlo disso.

 

Embora a ejaculação precoce não seja uma doença ou um problema que afecte o homem de forma física (o seu problema não é "visível"), como um defeito físico, é no entanto uma condição que pode afectar o homem no aspecto psicológico e anímico e que poderá ter consequências na vida sexual tanto do homem como mesmo da mulher.

 

A ejaculação precoce pode surgir em qualquer fase adulta do homem (podendo surgir mesmo durante a fase final da adolescência), mas é mais comum em homens de meia-idade. A ejaculação precoce não é um problema extremamente grave - porque pode ser tratada com sucesso - mas é uma condição algo incómoda e frustrante para os homens.

 

Não se deve confundir a ejaculação precoce com a impotência sexual (ou disfunção eréctil), pois são condições sexuais completamente diferentes. Enquanto que a ejaculação precoce acontece por falta de controlo por parte do homem, mesmo tendo uma erecção, a impotência sexual ou disfunção eréctil acontece porque o homem não consegue obter ou manter a erecção para que possa ter uma relação sexual.

 

Então o que provoca a ejaculação precoce? Vários cientistas e médicos concordam que a ejaculação precoce aparece mais devido a problemas a nível psicológico do que a nível físico. Ou seja, a ansiedade de se ter uma boa "performance" durante o acto sexual, o não querer desapontar a sua companheira e de querer ser bem visto no acto sexual; o stress relacionado com o trabalho, família ou mesmo uma relação sexual; a inexperiência em relações sexuais e em estar à vontade junto de pessoas do sexo oposto; estas são algumas das razões psicológicas porque a ejaculação precoce pode ocorrer, mas poderão haver outras.

 

Como razões físicas para o aparecimento da ejaculação precoce, a forma do pénis poderá ser uma razão válida. Homens que tenham um pénis com uma forma anormal poderão ser mais propícios a terem alguma forma de ejaculação precoce. No entanto, poderão haver outros problemas físicos que poderão condicionar a relação sexual e estar relacionados com a ejaculação precoce.

 

Um primeiro passo que deve ser dado assim que se confirme que o homem tem ejaculação precoce é procurar que a sua companheira (esposa, namorada) lhe ajude e o apoie. Caso não haja uma companheira, então o melhor a fazer é pedir conselho junto do médico. Muitos homens preferem não ir ao médico porque este é um problema muito íntimo e algo que não querem partilhar com ninguém, mas é extremamente essencial que isto aconteça.

 

O médico certamente será o melhor conselheiro, a melhor ajuda, porque poderá informar-lhe de técnicas ou produtos que lhe podem ajudar com o seu problema de ejaculação precoce. Algo que muitos médicos aconselham é a técnica do "começa e pára". Assim que sentir que está prestes a ejacular-se, páre por um momento até que não tenha mais vontade de ejacular e recomece a actividade sexual e assim sucessivamente. Outra ténica poderá ser a de pensar em algo completamente diferente que não o faça ejacular.

 

Outra opção que lhe pode ser recomendado é o uso de certos produtos. Existem no mercado muitos produtos, alguns deles muito eficazes, que podem ajudar homens que sofram de ejaculação precoce. Estes produtos são especificamente pesquisados e fabricados para que os homens possam tratar da sua ejaculação precoce.

 

Grande parte destes produtos encontram-se disponíveis online ou então em algumas sex shops. A venda online é definitivamente a mais fácil de encontrar e talvez onde poderá encontrar mais informação acerca dos produtos para ejaculação precoce. No entanto, é essencial que escolha muito bem o website de onde se quer comprar, recolhendo o maior número de informação possível sobre o(s) produto(s).

 

A ejaculação precoce não é uma doença e não é algo que possa destruir a sua vida sexual por completo, isto porque existem tratamentos disponíveis que podem ajudar os homens que sofrem desta condição. É importante que, assim que se saiba que o problema é mesmo ejaculação precoce, se procure ajuda e aconselhamento, para que a sua vida sexual possa voltar a ser saudável.

sinto-me: à Batman ;-)
publicado por Tim às 15:02
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Janeiro 2014

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Um Caso de Ejaculação Pre...

. Ejaculação Precoce

.arquivos

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Agosto 2013

. Julho 2013

. Abril 2011

. Janeiro 2011

. Setembro 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Outubro 2009

.tags

. todas as tags

.favoritos

. Gordura localizada

. Tema de hoje: virgindade

.Visitas

blogs SAPO

.subscrever feeds